Sons Mentirosos Misteriosos

Sofia Dias & Vítor Roriz

Sofia Dias & Vítor Roriz são coreógrafos e bailarinos a colaborar desde 2006 na pesquisa e conceção de vários espetáculos, performances e instalações apresentados em mais de 17 países. Tendo por base o movimento e o gesto, Sofia e Vítor têm alargado a sua pesquisa à natureza dúctil da palavra dita, cantada e escrita, cruzando diferentes formatos de apresentação, numa tentativa de questionamento dos limites da linguagem e da representação. O interesse crescente da dupla por formas de partilha e reflexão entre pares levou-os à organização, desde 2012, de várias residências e encontros entre artistas, dos quais destacam Aware no contexto do Festival Alkantara. Lecionam regularmente aulas e workshops em Portugal e no estrangeiro. Foram os curadores da segunda edição do PACAP – Programa Avançado de Criação em Artes Performativas, do Fórum Dança (2018/2019). Enquanto dupla, têm colaborado com diversos artistas, tais como, Catarina Dias, Lara Torres, Gonçalo Waddington, Carla Maciel, Marco Martins, Clara Andermatt, Mark Tompkins e Tiago Rodrigues. 
© Alipio Padilha

Sofia Dias e Vítor Roriz partem à procura da qualidade mágica que emerge da fricção entre som e imagem. Pode uma imagem enganar a nossa percepção sobre a proveniência de um som? Ou um som mentir-nos sobre a sua origem? Um espectáculo que, tal como as crianças, não tem problemas em saltar de uma coisa para a outra, nem em colocar questões simultaneamente metafísicas, ontológicas, estéticas, banais e, quase sempre, imprevisíveis.

Direcção Artística e Cenografia Sofia Dias & Vítor Roriz Interpretação Daniel Pizamiglio/Lewis Seivwright, Inês Campos e Filipe Pereira Apoio ao trabalho de Foley Nuno Bento Som e Figurinos Sofia Dias Desenhos Ephedra aka Catarina Dias Escultura Gonçalo Barreiros Desenho de luz e construção de cenografia Nuno Borda de Água Produção Executiva Vítor Alves Brotas (Agência 25) e S&V Co-produção LU.CA Teatro Luís de Camões (Lisboa), Materiais Diversos (Lisboa), Théâtre de la Ville (Paris), Teatro Nacional São João (Porto), Centro Cultural Vila Flor (Guimarães) Residência de Coprodução O Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo, PT) Residência Casa da Dança (Almada, PT)