Que paisagens pode um festival criar?

© Luísa Baeta

Regressamos ao livro Paisagens Imprevistas — Outros lugares para as artes performativas (editado pela Materiais Diversos, em 2020), para nos desafiarmos a repensar como e porquê se começa um festival de arte contemporânea, como se segue caminho e se experimentam novas direções, como se deixam marcas para quem vem depois? Como traçar um percurso comum? O que pode um festival numa paisagem rarefeita?

 

Assista à conversa no nosso canal

 

Com Inês Lampreia, Liliana Coutinho, Cátia Terrinca, Tiago Bartolomeu Costa
A conversa ficará disponível no canal de youtube e nas redes sociais da Materiais Diversos no dia seguinte à sua realização. Mais informações sobre o livro Paisagens Imprevistas — Outros lugares para as artes performativas em: www.materiaisdiversos.com